Um bebê recém nascido é um ser humano indefeso e em desenvolvimento, que ainda não tem suas habilidades e imunidade completamente desenvolvidos, e assim, necessitam mais do que nunca dos cuidados dos pais.

Os familiares e amigos podem e devem ajudar os pais nesse momento difícil, pois é um mundo totalmente novo, com novas responsabilidades e muitas informações!

Esse post visa ajudá-los um pouco em relação aos cuidados necessários com o recém-nascido.

Imunidade

O sistema imune do bebê é imaturo, ou seja, ainda não sabe se defender adequadamente contras os microorganismos, como vírus e bactérias. É verdade que parte dos anticorpos maternos passa para o recém-nascido quando ele está na barriga da mãe, principalmente no terceiro trimestre, conferindo proteção contra os bichos que a mãe teve contato. Mesmo assim, ele ainda é vulnerável a infecções. Lembre-se também que o bebê ainda não recebeu vacinas, e assim, também está susceptível a infecções como coqueluche.

Dessa forma, muito cuidado ao expor o recém-nascido:

  • Parentes e amigos doentes devem evitar visitar o bebê
  • Não leve a criança para lugares aglomerados pois aumenta a chance do contato com microorganismos
  • Lave as mãos ao chegar na casa do bebê

Sono

Nessa fase os bebês dormem cerca de 12 a 16 horas por dia incluindo as sonecas.

O sono dos recém-nascidos é muito leve e assim pequenos estímulos podem acordá-lo. Dessa forma, o quarto do bebê não deve ter televisão ou outros aparelhos, evite sons e barulhos excessivos e preferir luz fraca no quarto.

Logo ao nascerem é normal os bebês trocarem o dia pela noite. Isso porque na barriga da mãe eles costumam dormir durante o dia, pois são ninados pelos movimentos maternos. Aos poucos, eles vão se adaptando aos nossos horários.

Crie rotinas para que a criança aprenda e entenda que está na hora de dormir!

Alimentação

O leite materno deve ser oferecido livre demanda. No início seu bebê vai mamar com mais frequência, pois seu estômago comporta um volume muito pequeno de leite. Conforme ele vai crescendo, o próprio estômago vai se desenvolvendo e comportando quantidades maiores de alimento.

Para termos uma idéia do tamanho do estômago de um bebê, aqui estão alguns comparativos:

recemnascido
Tamanho e evolução do estômago de um recém-nascido

Desenvolvimento

Ao nascer, o bebê é todo mole, não fixa ou sustenta a cabeça, o pescoço e o tronco. As pernas e braços tendem a ficar na posição fletida (encolhida ou dobrada). Os reflexos que eles apresentam nessa fase são chamados primitivos, ou seja, ajudam o bebê a realizar as suas atividades básicas, como:

  • Reflexo de sucção: permite que o bebê mame
  • Reflexo da procura: ao encostar algo no rosto do bebê, ele tem o reflexo de levar esse objeto a boca, permitindo assim a mamada

Conforme eles vão crescendo, aquisições motoras e na linguagem vão sendo adquiridas.

Visão: o recém-nascido tem percepção visual desde o nascimento, com nítida preferência pelo rosto humano. Durante o primeiro mês, a melhor distância do alvo visual é de 20 a 30 cm, exatamente a distância entre o seio e o rosto materno

Audição: desde as primeiras horas de vida, o recém-nascido é capaz de voltar os olhos na direção de um som, com nítida preferência pela voz humana, principalmente se for a voz materna

Olfato e paladar: existem menos estudos sobre esses sentidos, mas sabemos que já estão bem desenvolvidos desde o nascimento. A preferência de sabor é por líquidos doces.

A relação do bebê com a mãe é que vai dar a criança seus contornos, a perceção de si mesmo e a perceção dos outros. Assim, é a partir dessa relação que a criança vai se constituindo. Quando uma criança olha para a sua mãe e ela lhe retribui o olhar, o que ele vê são suas próprias emoções refletidas no olhar materno. Essas trocas afetivas que se estabelecem forma a subjetividade do bebê.

(Retirado do Livro Pediatria em Consultório)

Higienização

  • Banhos uma vez por dia ou até menos em dias frios
  • Antes de começar o banho já deixe tudo ao seu alcance: toalha, sabonete, cotonete, fralda
  • Encher a banheira com água morna aproximadamente até o ombro do bebê para que ele não sinta frio
  • Colocá-lo em uma posição que você consiga limpar todo o corpo (geralmente de barriga para cima ou barriga para baixo)
  • Nunca soltar o bebê na banheira ou deixá-lo sozinho para que acidentes não aconteçam
  • Sabonete preferencialmente líquido, próprios para bebês e hipoalergênicos
    • Não há necessidade de passar grande quantidade do sabonete, pois pode ressecar a pele do bebê

Lembre-se de higienizar com cotonete/gaze e álcool etílico a 70% o coto umbilical do bebê até que ele caia. A queda pode acontecer de 7 dias até 1 mês de vida. O bebê que nasce prematuro demora mais que a queda ocorra.

Ao passar o álcool etílico o bebê pode sentir um incômodo, mas é pelo gelado do álcool e não por ardor ou dor! É importante que a região do coto umbilical fique com aspecto seco, sem saída de secreção ou mal cheiro. Caso apresente um desses sintomas procure o pediatra para avaliação!

recemnascido3
Limpeza do coto umbilical com cotonete e álcool etílico a 70%

A escolha da roupa

As estações de transição podem trazer dias de todos os climas. Um dia está calor, no outro chove e no próximo dia está frio. É muito importante entender a quantidade de roupa necessária para proteger o bebê de acordo com o clima:

captura-de-tela-2017-01-02-as-18-54-41

Lembre-se também de lavar as roupas do bebê antes de usá-las. A pele do bebê é muito fina e está mais propensa a irritações e alergias. Na máquina de lavar prefira ciclos para roupas de bebê ou para roupas delicadas. Utilize sabão de côco e evite o uso de amaciantes.

Exames Realizados na Maternidade

São exames realizados no recém-nascido com o intuito de detectar doenças precocemente.

  • Teste do Pezinho: avalia doenças congênitas.
  • Teste da Orelhinha: avalia alterações na audição.
  • Teste do Coraçãozinho: avalia a presença de doenças graves do coração (cardiopatias congênitas).
  • Teste do Olhinho: avalia a presença de catarata congênita e retinoblastoma (tipo de tumor do olho).
  • Teste do Quadril: avalia se o bebê tem luxação congênita do quadril.
  • Tipagem Sanguinea: avalia qual o tipo sanguíneo do bebê.
  • Teste da Linguinha: avalia se o bebê apresenta língua presa.

Consulta com Pediatra

Nessa fase é muito importante o acompanhamento com Pediatra. A Organização Mundial da Saúde recomenda consultas mensais até os 6 meses de idade.

A primeira consulta é feita geralmente 1 semana após a alta da maternidade, assim é possível avaliar ganho de peso, como está a amamentação, se a criança ficou amarelinha (icterícia), coto umbilical, entre outros. Todas as dúvidas devem ser respondidas na puericultura (consulta de rotina com pediatra) e não no pronto socorro.

Lembre-se: toda criança merece um pediatra para chamar de seu! 

 

Fonte: Organização Mundial da Saúde / Pediatria em Consultório 

Uma resposta para “Cuidados com o Recém-Nascido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s